quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

O BOM FILHO A CASA TORNA

LUIZ ATTIÉ É PRÉ-CANDIDATO A PREFEITO DE CRISTALINA
O governador Ronaldo Caiado e o amigo Luiz Attié
Por: Walter Brito
 Cristalina em Goiás já se destacou no cenário nacional como uma das cidades mais prósperas do agronegócio. Seu cristal de qualidade deu origem ao nome da cidade, ocasião em que foi exportado para diversas partes do mundo. Aquela cidade do interior goiano e seu povo hoje vivem das lembranças de um passado promissor, que teve o seu apogeu entre os anos de 2009 e 2016.
A ministra Cristine Lagarde e o prefeito Luiz Attié lançam a pedra fundamental para a implantação da indústria da Bonduelle em Cristalina
Foi nesse período que a então ministra da Fazenda da França, Cristine Lagarde, hoje presidente do Fundo Monetário Internacional - FMI, esteve no Brasil, com o objetivo de lançar a pedra fundamental para a implantação uma indústria alimentícia, a multinacional francesa Bonduelle. Com 167 anos de história, a famosa marca foi inaugurada naquele município goiano, menos de dois anos depois da visita de Lagarde.
Cristalina florescia naquele período histórico, enquanto outras empresas de grande porte se instalavam no município que se transformava aos poucos na maior área de lavoura irrigada proporcionalmente da América Latina, superando os 50 mil hectares, de acordo com pesquisas do Ministério da Agricultura à época. Foi no mesmo período que se instalaram outras grandes indústrias alimentícias, tais como Fugini, Incontril, Sorgato alimentos, Bayern Sementes, entre outras de menor porte.
Luiz Attié na proteção dos cristalinenses de todos os rincões
Enquanto a produção agrícola ganhava o mundo, os filhos de Cristalina pela primeira vez se beneficiavam de forma efetiva, pois foi um período em que ocorreu uma verdadeira revolução na educação de qualidade, quando o filho do trabalhador frequentava a mesma escola do filho do patrão, ou seja, oportunidades iguais para todas as classes sociais.
A referida revolução não parava de avançar em diversos setores, quando grande parte das ruas foi asfaltada, rede de esgoto construída, estradas vicinais recuperadas e ao mesmo tempo foi  erguido o prédio do Palácio Etienne Lepesquer, sede da Prefeitura Municipal, primeiro símbolo desenvolvimentista na cidade, hoje com 103 anos, que teve seu cristal exportado para o planeta Terra e nenhum prédio público, até então, representava de fato o sangue derramado pelos garimpeiros de diversas gerações.
Sabemos que no mês de outubro de 2020 teremos eleições nos 5.570 municípios brasileiros. Logo, entrevistamos, com exclusividade para o Instituto e Site Cristal Pesquisas, o empresário da área imobiliária em Brasília e produtor rural em Cristalina, Luiz Carlos Attié, que administrou o referido município entre 2009 e 2016. Veja abaixo a íntegra da entrevista:
Cristal Pesquisas - Como foi entregar ao povo de Cristalina a sede da prefeitura, nos seus primeiros 207 dias de trabalho?
Luiz Attié – Eu inicialmente agradeço o Site Cristal Pesquisas pela oportunidade. Trata-se de uma empresa de comunicação que fez história na política de Cristalina, Goiás, Brasília e do Brasil, pela qual tenho o maior apreço. Ter inaugurado o Palácio Etienne Lepesquer, em tempo recorde, foi um compromisso de campanha e uma grande alegria para mim e nosso povo querido de Cristalina.
Os amigos de infância: Luiz Attié e Stepan Nercessian
Passei minha infância e parte da adolescência em Cristalina, quando amigos e amigas brincaram na Praça José Adamian, local da construção do novo prédio da prefeitura. Foi lá na praça que conhecemos as primeiras namoradas; e as meninas, seus primeiros namorados. Inclusive, um dos meninos da época foi o famoso ator global Stepan Nercessian, que faz o papel de Chacrinha: O Velho Guerreiro, Minissérie de sucesso na Globo. Ele é sobrinho do saudoso José adamian, que dá nome a nossa destacada praça, local mais visitado por turistas do Brasil e exterior. Vale lembrar que meu amigo Stepan foi amamentado, na primeira infância, pela minha saudosa tia Aurora Attiê, mãe de meu querido primo Toninho Attiê.


O ator Stepan Nercessian caracterizado de Chacrinha
Voltando à festejada construção; foi um trabalho árduo, mas muito gratificante. Lembro-me de que por diversas vezes eu, minha equipe e profissionais que trabalharam na edificação do prédio, almoçávamos na obra, no afã de inaugurarmos a nova sede da prefeitura. Nós iniciamos a obra no dia 2 janeiro de 2009 e inauguramos no dia 18 de julho de 2009. Foi de fato uma vitória de nosso bravo povo cristalinense.
Luiz Attié e o vereador Zé Orlando almoçam com os trabalhadores na obra da prefeitura
Acrescento ainda que os tapumes daquela primeira construção foram transferidos para a reforma de nosso hospital, que era o sonho de todo cristalinense.  Tive a honra de ter sempre ao meu lado o competente presidente do Parlamento Municipal de Cristalina à época, o nosso amigo Zé Orlando de Paiva. Zé Orlando é um cristalinense que merece todo o respeito de nosso povo, de seus colegas no meio educacional, como professor de alto gabarito que é, bem como de seus pares no mundo da política. Sou seu fã de carteirinha!, disse de forma vibrante e bem-humorada, Luiz Attié.
CP – Depois da primeira grande promessa de campanha cumprida, fale um pouco de outro projeto que impactou os cristalinenses no seu governo.
LA- Foram muitos os compromissos realizados. Assumimos a prefeitura com grande dificuldade financeira, mesmo assim não desanimamos. Trabalhamos diuturnamente para colocar as finanças em dia e, dentro de pouco tempo, conseguimos levar educação de qualidade para nossos alunos, que hoje, muitos são doutores em diversas partes do Brasil e outros voltaram para ajudar nosso povo.
 A saúde foi outra marca de nosso governo, quando reformamos e equipamos com dois centros cirúrgicos o Hospital Chaud Salles, e fizemos uma verdadeira revolução na área da saúde, com médicos especialistas, implantação de UPA com 1300 metros de área construída, entre outros avanços nunca vistos na área. Não descuidamos também da área social, que se tornou uma referência em nossa região; arrematou Luiz Carlos Attié.
CP – Sabemos que, em seus oito anos de governo, Cristalina foi uma das cidades que teve um dos maiores índices de emprego em Goiás e no país. Você poderia falar sobre o assunto?
LA - Emprego se cria levando empresas para o município e apoiando os empresários já existentes. Lembro-me que no início de minha administração, eu consegui, por um bom motivo, adiar por algumas horas uma viagem internacional do governador Alcides Rodrigues. Ele desceu do avião e atendeu o meu pleito. Foi nesse feliz dia que o convenci e ele me ajudou a viabilizar a vinda para o Brasil da multinacional francesa, a indústria de alimentos Bonduelle, que se instalou em nosso município.
Lembro-me que 2009 foi o Ano da França no Brasil e, na ocasião, tive a satisfação de dizer para a então ministra da Fazenda da França, Cristine Lagarde, hoje presidente do FMI, que por uma bela coincidência nós inauguramos, naquele mesmo ano, o Palácio Etienne Lepesqueur, em homenagem ao francês que foi o fundador de nossa cidade. Outras Indústrias foram para Cristalina em meu período de governo, tais como Fugini, Incontril, entre outras. Vale lembrar que, em 2015, o nosso município gerou 3.511 empregos no setor de alimentos, classificando-se proporcionalmente em 5º lugar no ranking nacional, o que infelizmente não é mais a realidade de hoje; acrescentou o ex-prefeito.
CP - O senhor foi considerado pela mídia de Brasília e de Goiás, juntamente com prefeitos da Região Integrada para o Desenvolvimento do Entorno do DF – RIDE, detentores de mandatos em ocasiões diversas, como o melhor presidente da Associação dos Municípios Adjacentes a Brasília em todos os tempos. Qual foi o segredo?
LA- Fiquei muito lisonjeado e agradecido à época pelo reconhecimento de meus pares e prefeitos de todos os períodos, inclusive os que participaram da criação de nossa querida Amab. O reconhecimento da mídia brasiliense e goiana me deixou também muito feliz. Nossa instituição estava esquecida e sem nenhuma condição de funcionamento à época em que assumi o seu comando. Lembro-me em boa hora que o meu vice na Amab era o prefeito de Vila Boa, o meu amigo doutor Waldir Gualberto de Brito, irmão do repórter que me entrevista, jornalista Walter Brito. É só para registrar esse período importante de nossa instituição. Estruturamos a entidade e a instalamos em um belo escritório no Lago Sul, com fácil estacionamento, onde os prefeitos eram recebidos com todo o carinho.
 Nosso relacionamento com os poderes constituídos, especialmente com o governo do Estado, Palácio do Planalto, nossos parlamentares, entre outros, nos abriu portas e ajudou Cristalina e os demais municípios da região em nossos pleitos. Nossas cidades, em sua maioria, foram beneficiadas em diversas áreas, inclusive no que se refere a infraestrutura. Saber trabalhar em parceria, certamente faz a diferença. E fizemos, com o time bom de prefeitos que tínhamos, preparados, interessados no desenvolvimento regional, municipal e acima de tudo, trabalhadores! Certamente estas qualidades de nossos prefeitos nos permitiram avançar e melhorar a situação de nossos municípios.
CP – As pesquisas indicam que o povo cristalinense deseja sua volta na eleição de outubro. O senhor será candidato?
LA - Eu sou apaixonado por Cristalina e nosso povo. Trabalhei com muita dedicação nos dois mandatos que me foram concedidos pela maioria da população. Eu poderia ir descansar ao lado de meus familiares, ou continuar minhas atividades empresariais. Entretanto, me sinto capaz de continuar contribuindo com o desenvolvimento do próspero município que tem muito futuro e precisa de quem gosta do povo e sabe realizar!
Attié com os netos caçulas: Luiz Eduardo e João Gabriel
(Emocionado, o ex-prefeito continua) -  Gostaria de ressaltar que brevemente serão comemorados os 100 anos que a nossa família Attié migrou de Uberlândia e Barretos para Cristalina, o que me emociona sobremaneira. Portanto, estou pronto, Cristalina! Sou pré-candidato a prefeito com muita honra. O Zé Nelto (Podemos) é um grande amigo e o admiro muito, além de ser um dos parlamentares mais brilhantes do Congresso Nacional. Ele é também, um dos maiores defensores do governo comandado pelo amigo Ronaldo Caiado (DEM); concluiu Luiz Carlos Attié.


A luta de Luiz Attié e o deputado José Nelto, a favor do povo cristalinense
Ouvimos moradores da zona urbana e rural de Cristalina, quando percebemos que, de fato, Luiz Attié, em seus oito anos de mandato, contribuiu de forma muito forte não só com a reconstrução da cidade:  infraestrutura urbana e rural, melhoria sem igual na saúde, educação, segurança pública, cultura, turismo, legalização fundiária, entre outros. Ele complementou sua administração com um belo trabalho na área social, o que se deu de forma extraordinária e aliada ao pleno emprego.
Nesse caso, Attié com sua facilidade nos meios de comunicação, tornou o município goiano conhecido em todo o país e no exterior, como uma das cidades que mais empregou proporcionalmente naquele período histórico o povo brasileiro. Assim, o cidadão cristalinense melhorou efetivamente sua autoestima.
As pesquisas qualitativas indicam que o excelente índice de aprovação do Governo do Povo, comandado por Luiz Carlos Attié, faz com que todos os segmentos da sociedade tenham saudades daquela fase de prosperidade. Obviamente, a boa avaliação nas pesquisas anima o pré-candidato a arregaçar as mangas da camisa, calçar as botinas e bater de casa em casa, na busca de um novo mandato. Boa sorte a Luiz Attié!

Nenhum comentário:

Postar um comentário